História do Anhembi

O projeto do "Polo de Arte e Cultura Popular de São Paulo", o Sambódromo.

Polo Cultural e Esportivo Grande Otelo

O Sambódromo do Anhembi

A concepção inicial do Anhembi não previa nenhuma construção no terreno do Sambódromo. Cogitava-se a instalação de área verde no local, que acabou sendo utilizado apenas como estacionamento ou para montagem de circos nas décadas de 1970 e 1980.

O Sambódromo começou a nascer em 4 de janeiro de 1990. Nessa data, foi sancionada a Lei Municipal 10.831/1990, que oficializou o Carnaval de São Paulo e atribuiu à prefeitura a organização das festividades por meio do Anhembi S/A, que hoje se chama São Paulo Turismo S/A.

O projeto do "Polo de Arte e Cultura Popular de São Paulo", o Sambódromo, foi doação do arquiteto Oscar Niemeyer à prefeitura paulistana e foi aprovado em 30 de maio do mesmo ano. O conjunto arquitetônico possuía uma passarela de 530 metros de comprimento por 14 metros de largura, abrangendo uma área total de 40.000 m², com 29.260 m² de área construída. Contemplava também arquibancadas ao longo da pista, sob as quais funcionariam um pronto-socorro com 40 leitos, creche para 400 crianças e uma escola de artes.

O conceito da obra, estimada em US$ 9 milhões, já previa múltiplos usos: concertos musicais, exposições e festivais de cinema ao ar livre, torneios de várias modalidades de esportes e outros eventos culturais e esportivos, além dos equipamentos sociais já mencionados.

A inauguração ocorreu em 1º de fevereiro de 1991, ainda sem arquibancadas definitivas, devido a questões burocráticas.

Mesmo com estruturas provisórias desmontáveis após os desfiles, com capacidade para 25 mil pessoas e 52 camarotes, a inauguração teve a presença de autoridades e representantes de todas as escolas de samba paulistanas.

A abertura dos desfiles do primeiro Carnaval no Sambódromo aconteceu em 9 de fevereiro de 1991, com a apresentação das dez escolas do grupo especial.

No dia 1º de novembro de 1991, iniciaram-se as obras das arquibancadas, com 500 metros de extensão e 3,8 metros de altura.

No Carnaval de 1992, o Sambódromo já possuía cinco módulos de concreto, com capacidade para 10 mil pessoas. Mas a construção da estrutura definitiva, de acordo com o projeto, só seria possível após os desfiles. Assim, foram novamente instaladas arquibancadas desmontáveis para abrigar outros 10 mil espectadores.

No final de 1993, o Sambódromo recebeu sua denominação atual, Polo Cultural e Esportivo Grande Otelo, em homenagem ao sambista e comediante falecido em novembro daquele ano.

Em 2004 a parceria com um fabricante de bebidas viabilizou a instalação de infraestrutura fixa no local da concentração e ali passou a funcionar a hoje denominada Arena Anhembi. Em 5 de dezembro de 2004 um grande show de rock nacional e internacional, com público superior a 30 mil pessoas, marcou a inauguração.