História do Anhembi

Maquete do Palácio das Convenções e do hotel

Maquete do Palácio das Convenções e do hotel

T1

T2

T3

Palácio das Convenções

São 64 metros de diâmetro em concreto plissado, design que foi estrategicamente pensado pelo arquiteto Jorge Wilheim e pelo engenheiro Mário Franco. Hoje, essa estrutura é um dos símbolos mais marcantes de todo o Anhembi, se transformando em sua marca registrada. A inauguração ocorreu dois anos após o Pavilhão de Exposições, no dia 16 de junho de 1972, dando continuidade ao ousado plano para sediar as maiores feiras e eventos do país.

Caminhões retirando terra e resíduos da obra interna do Grande Auditório.
Inauguração do Palácio do Anhembi - 1972

O Palácio das Convenções foi o primeiro espaço com assentos do Brasil criado para eventos destinado ao grande público, como congressos e convenções. Na época, sua área totalizava 23.678 m² e era composta por salas, um Grande Auditório, Hall Nobre, jardim interno e terraço.

Em julho de 1972, o Palácio sediou seu primeiro evento internacional de grande porte, o Congresso Mundial de Hematologia e foi, durante anos, o único espaço da cidade de São Paulo que permitia a realização de grandes eventos com conforto e sofisticação.